Um bom filho a casa retorna

image Senhores,

Estive ausente nos últimos dias devido a uma correria pela qual estive passando com os eventos de lançamento do Solidworks 2010, feiras de mecânica onde a SKA estava expondo e atendimento a clientes. Foi muita coisa, muita correria, muitas horas sentado no banco dos carros da empresa mas tudo valeu a pena.

Posso contar muitas novidades, histórias engraçadas, tragédias… Parece tudo um grande dramalhão mexicano (sem preconceitos). O que importa é que o Blog não está desamparado ou abandonado.

Esta semana estarei trabalhando na sede da SKA em São Leopoldo depois de quatro meses longe do escritório. Parece estranho mas tem muitos colegas dos quais eu não consigo recordar o nome mas em um cliente eu conheço muita gente de muitos setores. É tempo de estudar, estou com um objetivo em especial para com o 3DVIA. Ele foi um dos motivos pelo qual pedi para ficar esta semana no escritório. Devo escrever sobre ele no decorrer dos próximos dias pois encontramos pouco material sobre o mesmo na internet ou mais específico ainda, em sites brasileiros.

Como o pessoal que é seguidor aqui no Blog tem se mostrado muito fiel vale a pena investir em conteúdo exclusivo.

Sobre as viagens das últimas semanas, quem conversou comigo sabe o que passamos mas quero relatar aqui no Blog alguns dos acontecimentos mais bizarros que ocorreram na segunda semana dos eventos de lançamentos do SolidWorks 2010.

Aqui abaixo coloquei um quadro com dados do Google Mapas mostrando por onde passamos na segunda semana.


Exibir mapa ampliado

Após o evento de Joaçaba, estava certo que iríamos passar a noite em Campos Novos mas um dos meus colegas marcou uma apresentação em dois clientes na cidade de Rio do Sul na manhã que seguia o evento. Na estrada fomos de encontro ao maior temporal pelo qual eu já passei… Muita chuva e por sorte não pegamos granizo. A medida que fomos andando com o carro, coisas estranhas começaram a acontecer.

Primeiramente, estava eu com o meu computador olhando fixamente para a tela quando um cheiro diferente invadiu o carro… Perguntei ao meu colega o que era aquilo e ele mandou eu olhar atentamente a estrada. Como tinha passado um tufão pelas redondezas, ele tinha levantado toda uma plantação de alho e jogado os mesmos na estrada… Com os carros passando sobre o alho, imaginem o cheiro.

Depois, com o tempo passando e no horizonte olhávamos apenas uma nuvem sempre mais preta com muitos raios… Íamos andando e começou a aparecer muito gelo de granizo na estrada… Coisa de louco. Tinham horas que existiam montes de gelo. A nossa sorte era que a chuva sempre estava na nossa frente e nunca chegávamos a ela.

Quando achávamos que nada poderia piorar… Árvores caídas começaram a aparecer na estrada… A chuva estava muito forte mesmo! Sem exageros, com as árvores caídas, raios caindo o tempo todo e todo mundo parado na estrada… Me senti na continuação do filme Twistter. Era igual… Os carros somente avançavam somente quando os caminhoreiros que estavam em nossa frente cortavam as árvores.

Com muito trabalho, chegamos a Rio do Sul e eu briguei muito com o meu colega que quiz dormir em Rio do Sul… Os palavrões que disse a ele não merecem uma transcrição aqui neste espaço. Mas a vida me ensinou que deveremos sempre estudar a situação por completo. No dia seguinte, quando acordamos liguei a televisão no jornal matinal do estado de Santa Catarina e descobri que foi sorte não termos ficado em Campos Novos. A cidade tinha ficado embaixo de muita água, sem luz, placas e árvores derrubadas por toda a cidade. Vale a pena conferir a notícia abaixo.

http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default.jsp?uf=2&local=18&section=Geral&newsID=a2684874.htm

Ok! Toda essa aventura me fez ter uma alegria imensa ao chegar em casa, na sede da SKA e inclusive a estar inspirado para escrever um Post não técnico como este.

Uma boa semana a todos e estarei compartilhando muita coisa com os senhores… Acreditem que tem muita coisa bacana acontecendo com o Blog e meu trabalho.

Sds,
Kastner