/ SolidWorks e as Dicas do Kastner: Novembro 2009

Melhorias no Assitente de Perfuração – SolidWorks 2010

Postado por Guilherme Kastner Dia 30 de novembro de 2009

Senhores,

Eu estive uma semana afastado do blog por conta da correria pela qual estive passando em São Mateus do Sul no paraná. A cidade é pequena mas, por não se ter muito o que fazer o pessoal da empresa onde eu estava se esforça muito para uma programação após o expediente.

Bem, vamos falar de SolidWorks 2010!!! Até o assistente de perfuração conta com novidades… Uma pequena novidade que é muito interessante de ser vista por usuários iniciantes.

A inicialização do assistente de perfuração contava com diferenças básicas ao pré selecionarmos uma face ou não. Caso a face não fosse selecionada o recurso criava um esboço tridimensional para o posicionamento de pontos de furação. Isso traz uma série de desvantagens para os usuários:

  • Maior complexidade para dimensionamento de entidades
  • A inexistência da possibilidade de alinhar pontos horizontalmente ou verticalmente pois existem 3 eixos de posicioinamento dos pontos.
  • Eu sempre imaginei esboço 3D mais pesado que esboço 2d. Não sei se é verdade… Mas eu acreditei nisso.

Eu sempre tive dificuldades de lembrar os usuários a seguinte frase:

Selecionar a face de inserção dos furos antes de começar o assistente de perfuração

Todo usuário sempre me perguntava depois que não conseguia posicionar a furação com relações desedas o que tinha dado de errado… Eu prontamente respondia:

Tu não selecionaste a face antes de começar o recurso de furação

Ok… Isso irritava muito usuário iniciante. Quem usava o software a mais tempo simplesmente adimitia essa necessidade de seleção de faces. Com o SolidWorks 2010, seleção prévia de faces se tornou desnecessária. Com isso, no momento em que o usuário for posicionar as furações, aparecerá a imagem abaixo no property manager:

image

Portanto, no momento em que o usuário estiver afim de inserir uma furação, pode-se selecionar a face de inserção facilmente. Quem estiver afim de criar um esboço 3D com as furações, poderá contas com as seguintes vantagens deste tipo de esboço:

  • Criação de furos em faces não planas (acreditem existe software concorrente do SolidWorks que não faz isso até hoje)
  • Criação de furos em múltiplas faces com um único recurso de furação.

Mas quem iniciar o esboço 3D fará isso por ter certeza que quer utilizar os recursos desta fantástica ferramenta.

Senhores, me coloco a disposição para eventuais esclarecimentos.

Sds,
Kastner

[...]

iTunes – Músicas gerenciadas no PC

Postado por Guilherme Kastner Dia 23 de novembro de 2009

image Senhores,

Hoje resolvi fazer um post sobre uma coisa não relacionada diretamente ao SolidWorks, o iTunes. Ele é um software de execução de músicas e vídeos desenvolvido pela Apple mas vale a pena termos uma atenção especial sobre ele. Quero compartilhar com todos os leitores do blog a minha excelente experiência utilizando ele.

Em primeiro lugar, quero comentar o porque da instalação dele no meu laptop. Quando voltei do SolidWorks World 2008 comprei o meu ipod nano… Nem sabia como se gerenciava o ipod nem como ele funcionava mas eu comprei.

Quem não estiver afim de usar iTunes não compre um ipod ou iPhone. Deixo essa informação aqui registrada aqui no Blog para todos os leitores.

Um MP4 da vida que encontramos em camelôs ou em lojas baratas pode ter as músicas e vídeos copiados para execução como se eles funcionassem como um pen drive. Basta achar o arquivo de mídia em uma pasta de armazenamento e copiar para o dispositivo de execução de mídia. Com o ipod não funciona assim pois a Apple preferiu manter a inteligência e a alimentação das informações de arquivos sendo gerenciada pelo iTunes. Na minha opinião uma sábia decisão dessa empresa que desenvolve softwares brilhantes.

O iTunes não é somente para usuários de iPod ou iPhone. Mas quem possui um ipod é obrigado a usar o iTunes.

Quando comecei a usar o iTunes, me deparei com um software similar ao Windows Media Player mas ele possui alguns recursos muito bacanas que me ajudaram a entender o funcionamento do iPod. Este software da Apple é muito além de um tocador de vídeos e músicas, ele se comporta como um gerenciador de informações do tipo, um administrador de bibliotecas de arquivos.

Quem conhece o meu diretório de músicas vê que é extremamente fácil de se copiar qualquer informação do meu PC quando necessário. O mérito está na divisão de arquivos que eu faço de acordo com o listado abaixo:

  • Mídia (música ou vídeo)
  • Artista
  • Album (CD)

Com isso, no itunes, eu seleciono as pastas ou artistas que serão administrados pelo programa (arquivo—> Adicionar pasta a biblioteca). Com isso, os artistas e CDs são carregados aos poucos pelo iTunes.

image

Com o tempo, poderemos gerenciar via iTunes todos os alguns que desejaremos executar. De nada adianta utilizarmos qualquer software de execução de música ou rádio que leia vários tipos de arquivos e tenha um display de altíssima qualidade se os arquivos de mídia não são devidamente classificados. Sempre que copio um arquivo de mp3 para o meu computador me preocupo em saber se alguns campos de propriedades estão devidamente preenchidos

  • Nome da música
  • Artista
  • Album

Isso é muito estranho mas essa classificação de arquivos possui uma vinculação com o SolidWorks onde preenchemos informações de selo (legenda) e listas de materiais. Se não preenchermos as propriedades do SolidWorks as listas de materiais saem em branco… Se não preenchermos as propriedades de arquivos de mídia, o iTunes fica com as colunas de exibição em branco.

image

Isso ocorre em qualquer software. Portanto, se formos transformar um CD inteiro em MP3, recomendo termos um cuidado no gerenciamento destas informações. Um dia elas serão válidas para alguma coisa. :-)

Depois que os CDs são carregados para dentro do iTunes, poderemos gerenciar os mesmos para a execução deles. Se carregarmos as músicas de forma completa poderemos cadastrar as capas dos álbuns deles e ficar com um visualização bem interessante. Abaixo eu coloquei uma amostra da visualização denominada como Cover Flow no iTunes.

image

O Cover Flow me lembra uma máquina de discoteca com as imagens de CDs onde selecionávamos as músicas que seriam executadas. Se as imagens estão corretamente cadastradas nos arquivos de música elas serão transportadas para o ipod ou iphone.

Um aspecto que me chamou a atenção no itunes é a execução de arquivos MP4. Um MP4 não é um player de vídeo do Paraguai como muitos insistem em afirmar mas sim um tipo de arquivo de vídeo. Se lermos o manual destes aparelhos “MP4” poderemos ver que a maioria deles apenas lê arquivos AVI com poucos tipos de codec. Quando comprei meu ipod passei a procurar arquivos em MP4 para ver os vídeos em qualidade de execução… Sem os quadriculados ou falhas. Por mais incrível que pareça, achei episódios inteiros de Lost por 150 MB ou menos.

image

Esses vídeos são facilmente sincronizados com o aparelho de vídeo se forem selecionados para tal operação.

Um outro aspecto que me chamou muita atenção foi a gravação de CDs de músicas. Observe que o iTunes pode criar listas de reprodução com tipos de música… Alguns CDs em especiais… Uma seleção de músicas para uma balada… Evento. Essas listas

image

Com a lista definida, poderemos pedir ao itunes converter ou gravar os arquivos em um CD de áudio. Incrível… Adorei esta parte do software mesmo. Com isso, quase desinstalei o Roxyo CD Creator. he he he eh eh eh ehe h. Para isso, basta clicar com o botão direito na lista a ser gravada em um CD e selecionar a opção para a gravação do conteúdo.

image

A janela de possibilidades na gravação de CDs é simples e direta, conforme identificado abaixo. Me chama a atenção a possibilidade de gravar o CD como áudio. Isso nos possibilita já criar um CD que será executado até em aparelhos que não suportam MP3.

image 

Senhores, este software é um gestor de arquivos de música perfeito. Vale a pena conferir. Vale a pena mesmo para quem não possui um ipod.

Vou colocar aqui abaixo o link para download dele.

http://www.apple.com/br/itunes/download/

Sds,
Kastner

[...]

Licença trial para o 3DVIA Composer

Postado por Guilherme Kastner Dia 20 de novembro de 2009

Senhores,

Novamente o assunto vai estar andando nos próximos dias aqui no Blog. Como obter uma licença de 3DVIA Composer? Eu acabei de fazer o download do software e nem sei o que fazer nem como começar a utilizá-lo. Este blogueiro começará aqui uma série de postagens para salvar a vida de todos os usuários.

Escrevi a pouco o post sobre o download do 3DVIA composer conforme no link que segue abaixo

http://www.kastner.com.br/2009/11/download-3dvia-composer.html

Para quem desejar instalar o software, necessitará buscar o download da licença de testes. Para isso, deveremos ir até o site do 3DVIA COMPOSER

http://www.3dviacomposer.com

Com isso, pode-se dar início a obtenção da licença temporária no site do 3DVIA conforme indicado na imagem abaixo (Free Trial)

image

Após isso, basta preencher um pequeno formulário conforme disposto na imagem abaixo

image

Com a continuidade da instalação da licença, obteremos uma licença que funcionará por um determinado período. Deixo bem claro que não sei qual é o período… Lamento a todos. he he he e. Se alguem descobrir, favor utilizar a caixa apropriada para comentários aqui no Blog.

Após a entrada dos dados e a confirmação das informações, aparecerá uma tela similar a abaixo para a aceitação de um contrato de licenças.

image

Na tela seguinte seremos guiados a uma sequencia de janelas com algumas opções para o 3DVIA

image

  • Download do Software
  • Download de licença
  • Tutoriais gratuitos para visualizarmos como o software funciona

Senhores, no primeiro post sobre o download eu comentei que era necessário um usuário e senha no customer portal para download do 3DVIA. Eu não sei que instalação é esta que é disponibilizada no site 3dvia.com. Se alguem se habilitar a testar e comentar aqui no blog serei muito grato.

Mais coisas para dar continuidade… De nada adianta apenas o download do software e a obtenção da licença… Os tutoriais são extremamente importantes para sabermos o que o software nos tem a oferecer.

Lembro que eu já postei anteriormente sobre tutoriais de 3DVIA aqui no Blog.

http://www.kastner.com.br/2009/02/3dvia-videos-de-treinamento.html

Eu não vou dar continuidade a explicação de instalação da licença do 3DVIA. Este site que indiquei tem tudo que é necessário lá mesmo… Ok?

Abraços a todos.

Sds,
Kastner

[...]

Download 3DVIA Composer

Postado por Guilherme Kastner

image Senhores,

Eu assumi um compromisso com o meu gerente em estudar 3DVIA e compartilhar informações sobre o software aqui no blog durante o período de estudos. Portanto, tenho que ajudar todo mundo que estiver afim de conhecer a ferramenta a poder testá-la. O primeiro post auxiliará todo mundo a fazer o download do software de uma forma legal e correta.

Veja os próximos passos.

A primeira coisa necessária é possuir uma conta no Customer Portal da SolidWorks. Para isso é necessário apenas cadastrar um usuário e senha que estão vinculados a um serial number de SolidWorks. Uma informação que não sei precisar aos usuários é se subscription (assinatura) do Solidworks tem que estar em dia para que o usuário possa fazer download do 3DVIA.

Para acessar o customer portal, basta clicar no link abaixo

http://customerportal.solidworks.com

Com isso, será necessário o usuário e senha para dar continuidade

image 

Lógico que eu não compartilharei aqui no blog outro meio de download sem passar pelo sistema da SolidWorks. Qualquer comentário sobre o assunto será banido.

Após a validação do usuário, partimos para a seção de downloads. Verificar que está disponível uma seção completa para a seleção de programas para os usuários.

image

Selecionar a opção de Downloads and Updates conforme destacado na imagem que inseri logo acima.

Na próxima seção, estaremos na página de seleção do programa que desejaremos efetuar o download. É coisa rápida mesmo.

image

Com isso, basta dar continuidade nas opções de downloads que mudam conforme o navegador a ser utilizado.

Em breve estarei disponibilizando um post sobre a obtenção de licença TRIAL para o 3DVIA Composer.

Sds,
Kastner

[...]

Configurando os gestos do mouse – SolidWorks 2010

Postado por Guilherme Kastner Dia 19 de novembro de 2009

imageSenhores,

Ontem escrevi um bocado sobre a utilização dos gestos de mouse. Eles são muito uteis mesmo para TODOS os usuários mas nem todo mundo utiliza os mesmos comandos de SolidWorks. Para que cada usuário possa trabalhar de uma forma natural necessitaremos de customizações nesta prática e simples interface.

Estarei escrevendo hoje sobre o assunto. Verifique aqui o link para a postagem de ontem.

http://www.kastner.com.br/2009/11/mouse-gestures-solidworks-2010.html

Ok, mas como se configura esta novíssima interface?

A primeira coisa é procurar a interface de customização do Solidworks no Menu Ferramentas—> Personalizar

image

Observar atentamente que a janela de personalização possui uma opção básica que pra mim faz toda a diferença. Somos obrigados a definir quantos comandos queremos disponíveis no arrastar do mouse.

image

Para mim, quanto mais comandos melhores, por isso eu selecionaria a possibilidade de se trabalhar com 8 gestos e não com 4. Observe a imagem abaixo com a diferença de se trabalhar com 4 ou 8 gestos.

image

image

O que demanda um certo tempo a cada usuário é se adaptar com a seleção dos comandos a serem inseridos. Para trocarmos os comandos inseridos na configuração de gestos de mouse deveremos saber o que queremos em cada posição do mouse.

image

Cada linha da interface representa um comando a ser configurado e na coluna poderemos selecionar um gesto de mouse que estará disponibilizado a ele.

image 

Caso selecionarmo um gesto de mouse que já está selecionado para outro comando, creio eu que o SolidWorks faça a desassociação do gesto ao comando antigo e atrele o mesmo ao comando novo.

Bem… Como vocês podem ver, fazer a configuração da nova interface de gestos de mouse é algo simples. Mas ninguem vai sair de cara utilizando estes recursos novos. Ok, o fato de eu ser uma pessoa sem coordenação não serve como parâmetro para vocês leitores do Blog. O que eu posso dizer é que a interface demanada uma adaptação que no início pode ser um pouco complexa mas ajudará a muitos de vocês na busca de uma produtividade melhor.

Sds,
Kastner

[...]

Mouse Gestures – SolidWorks 2010

Postado por Guilherme Kastner Dia 18 de novembro de 2009

image Senhores,

A interface do SolidWorks 2010 teve pouquíssimas novidades (graças a Deus pois mudanças de interfaces podem se tornar um transtorno) mas o que teve foi algo significativo para auxiliar os usuários a ganharem em produtividade. A principal novidade que enxergo em interface é a utilização do mouse com gestos (arrastar e soltar) para utilizarmos comandos em atalhos previamente configurados.

Confesso que eu pensei não iria sentir a funcionalidade desta ferramenta uma vez que eu estou com um mouse com um botão configurado para ter os principais atalhos de teclado disponíveis na tela. Vou colocar aqui o link para alguns posts que fiz sobre o assunto aqui no blog já a um certo tempo.

http://www.kastner.com.br/2009/03/mouses-especiais-atalhos-de-teclado.html

http://www.kastner.com.br/2008/12/um-grande-atalho-de-teclado-tecla-s.html

Bem, como eu já tinha esses atalhos configurados para o meu fluxo de trabalho, pensei que não existiria um impacto muito grande do mouse gestures em minha vida… GRANDE ENGANO!!

Vamos a algumas perguntas e respostas

Como funciona a utilização destes atalhos?

O nome já diz, funciona por gestos do mouse. Ao clicarmos com o botão direito do mouse, segurar e arrastar o mesmo a interface aparecerá. Para selecionar o comando desejado o botão direito deverá ser mantido pressionado até passarmos sobre o comando a ser utilizado.

É algo simples de ser configurado?

Sim, algo totalmente simples. Ele possui toda uma interface de customização de comandos.

E como funciona nos diversos ambientes do SolidWorks (Peças, montagens e desenho)

Cada ambiente possui a sua configuração de comandos. Inclusive, peças possuem comandos configurados para esboço e comandos configurados para recursos.

Como foi explicado, o mistério na utilização de atalhos acionados por gestos do mouse está na calma (isso mesmo CAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAALMA) no arrastar o mouse ao pressionar o botão direito do mouse. Se apenas clicarmos com o mouse no espaço, surgirá uma outra tela com comandos como a exibida abaixo:

image 

Portanto, não saia feito um maluco clicando na tela que os atalhos não aparecem… O mistério está em curtir o momento com um clicar, segurar e arrastar.

Vou listar aqui abaixo algumas imagens demonstrando o que encontramos no SolidWorks conforme os ambientes.

Peças e montagens – Esboço:

image

Peças e montagens – Recursos:

image

Arquivos de desenho:

image

Amanhã devo escrever sobre a customização da interface e como tirar um real proveito da mesma.

Sds,
Kastner

[...]

Espelhamento de peças em montagens – SolidWorks 2010

Postado por Guilherme Kastner Dia 17 de novembro de 2009

image Senhores,

Todo ano existe uma votação de quais são as novidades que os usuários gostariam de ver no SolidWorks. Quando fui a San Diego no Solidworks World 2008, vi como uma das grandes solicitações de usuários a necessidade de um comando espelhar componentes aprimorado. Isso ocorreu na versão 2010 para alegria e felicidade geral da nação.

Será que eu estou meio faceirinho com os meus comentários ou isso está se tornando normal?

Não importa, vou continuar fazendo eles mesmo.

O comando espelhar componentes existe a um tempinho mas vamos ver como o mesmo funciona agora. O comando encontra-se disponível na aba de montagens do command manager e abaixo dos comandos de padrão.

image

A etapa seguinte mantem o aspecto existente nas versões anteriores, basta selecionar o plano de simetria e as peças que serão espelhadas.

image 

Observar que o comando Espelhar componentes possui muitas etapas para serem seguidas. Portanto, será necessário segui-las para que possamos ver todas as possibilidades do mesmo antes de uma confirmação. Na etapa seguinte, marca-se os componentes que possuirão uma definição de orientação diferenciada após o espelhamento dos componentes.

image 

Pode-se passar para a próxima etapada do comando espelhar e até agora será a única etapa onde poderemos constatar uma novidade no comando. Observar que para as peças que serão reorientadas poderemos criar configurações nas peças originais sem termos a necessidade de criarmos arquivos de peças novos. Foi uma grande sacada da SolidWorks uma vez que isso minimiza a necessidade de gerenciamento de arquivos e projetos.

image

Para quem decidir criar novos arquivos, existe a possibilidade de:

  • Escolher uma pasta de armazenamento dos arquivos com a definição de reposicionamento.
  • Quebrar o vínculo com a peça original para que sejam feitas outras alterações na peça espelhada sem depender da peça original.
  • Definir um prefixo para nomear o arquivo que será espelhado

Com as informações definidas, basta confirmar o espelhamento dos componentes.

A montagem estará totalmente sincronizada pois agora a grande novidade do comando espelhar componentes é manter um recurso de espelhamento no Feature Manager de montagem conforme indicado na imagem abaixo:

image

Com isso, o espelhamento não exigirá nada do usuário para terminar de fixar os componentes.

Deixo a minha opinião aqui:

Esse comando já existia mas agora sim ele funciona como sempre deveria ter funcionado. Isso é a minha opinião e de mais milhares de usuários.

O que tirar de lição?

A SolidWorks escuta os usuários e faz melhorias no programa conforme solicitamos.

Segue vídeo sobre o assunto aqui abaixo

Sds,
Kastner

[...]

Convite feito pela SolidWorks

Postado por Guilherme Kastner Dia 16 de novembro de 2009

image Senhores,

Estou aqui para escrever e tornar público a todos os leitores do Blog um convite que a SolidWorks me fez mês passado e que agora, devido a evolução do assunto, resolvi publicar em um Post exclusivo.

image

No final do mês de janeiro do próximo ano começará o SolidWorks World 2010, maior convenção de usuários de um software CAD no mundo. O evento ocorrerá na cidade de Anaheim no seu grande centro de convenções.

Aqui abaixo segue uma imagem do centro de convenções onde será o evento.

image

Até agora eu apenas enrolei e não expliquei o que foi o convite, né? O convite feito pela SolidWorks consiste em fazer a cobertura do Solidworks World como convidado e publicar as informações em tempo real (ou quase) aqui no Blog. O convite partiu da SolidWorks Americana na pessoa do Matt West via Twitter. Para mim foi algo totalmente inexperado e diferente. Na verdade esse convite não ocorreu pela minha causa mas por toda comunidade de leitores que estamos formando aqui no Blog.

Portanto, muitas coisas que seriam publicadas somente a aos participantes do SolidWorks World serão compartilhadas com os leitores do Blog. Mas o que ocorre no SolidWorks World?

  • Palestras técnicas
  • Exposição de parceiros da Solidworks com soluções integradas ao CAD.
  • Apresentação de futuras versões da companhia (SolidWorks 2011)
  • Apresentação da SolidWorks como corporação

Eu já fui em um Solidworks World em 2008 na cidade de San Diego mas nessa época nem passava pela minha cabeça em criar um Blog… Vou colocar aqui abaixo uma imagem minha no evento.

S7300200

 S7300201

Essa fotografia foi tirada junto a Lenovo que fornece Workstations certificadas para SolidWorks. Para promover a marca eles levaram uma Williams e o seu simulador de corrida… Confesso que isso me fez parar no estande deles e conferir o material. Existem muitos expositores e muitos produtos novos integrados ao SolidWorks surgiram no último ano. Será um prazer ir conversar com eles e publicar tudo aqui para os leitores.

Em breve comentarei mais novidades.

Sds,
Kastner

[...]

Um bom filho a casa retorna

Postado por Guilherme Kastner

image Senhores,

Estive ausente nos últimos dias devido a uma correria pela qual estive passando com os eventos de lançamento do Solidworks 2010, feiras de mecânica onde a SKA estava expondo e atendimento a clientes. Foi muita coisa, muita correria, muitas horas sentado no banco dos carros da empresa mas tudo valeu a pena.

Posso contar muitas novidades, histórias engraçadas, tragédias… Parece tudo um grande dramalhão mexicano (sem preconceitos). O que importa é que o Blog não está desamparado ou abandonado.

Esta semana estarei trabalhando na sede da SKA em São Leopoldo depois de quatro meses longe do escritório. Parece estranho mas tem muitos colegas dos quais eu não consigo recordar o nome mas em um cliente eu conheço muita gente de muitos setores. É tempo de estudar, estou com um objetivo em especial para com o 3DVIA. Ele foi um dos motivos pelo qual pedi para ficar esta semana no escritório. Devo escrever sobre ele no decorrer dos próximos dias pois encontramos pouco material sobre o mesmo na internet ou mais específico ainda, em sites brasileiros.

Como o pessoal que é seguidor aqui no Blog tem se mostrado muito fiel vale a pena investir em conteúdo exclusivo.

Sobre as viagens das últimas semanas, quem conversou comigo sabe o que passamos mas quero relatar aqui no Blog alguns dos acontecimentos mais bizarros que ocorreram na segunda semana dos eventos de lançamentos do SolidWorks 2010.

Aqui abaixo coloquei um quadro com dados do Google Mapas mostrando por onde passamos na segunda semana.


Exibir mapa ampliado

Após o evento de Joaçaba, estava certo que iríamos passar a noite em Campos Novos mas um dos meus colegas marcou uma apresentação em dois clientes na cidade de Rio do Sul na manhã que seguia o evento. Na estrada fomos de encontro ao maior temporal pelo qual eu já passei… Muita chuva e por sorte não pegamos granizo. A medida que fomos andando com o carro, coisas estranhas começaram a acontecer.

Primeiramente, estava eu com o meu computador olhando fixamente para a tela quando um cheiro diferente invadiu o carro… Perguntei ao meu colega o que era aquilo e ele mandou eu olhar atentamente a estrada. Como tinha passado um tufão pelas redondezas, ele tinha levantado toda uma plantação de alho e jogado os mesmos na estrada… Com os carros passando sobre o alho, imaginem o cheiro.

Depois, com o tempo passando e no horizonte olhávamos apenas uma nuvem sempre mais preta com muitos raios… Íamos andando e começou a aparecer muito gelo de granizo na estrada… Coisa de louco. Tinham horas que existiam montes de gelo. A nossa sorte era que a chuva sempre estava na nossa frente e nunca chegávamos a ela.

Quando achávamos que nada poderia piorar… Árvores caídas começaram a aparecer na estrada… A chuva estava muito forte mesmo! Sem exageros, com as árvores caídas, raios caindo o tempo todo e todo mundo parado na estrada… Me senti na continuação do filme Twistter. Era igual… Os carros somente avançavam somente quando os caminhoreiros que estavam em nossa frente cortavam as árvores.

Com muito trabalho, chegamos a Rio do Sul e eu briguei muito com o meu colega que quiz dormir em Rio do Sul… Os palavrões que disse a ele não merecem uma transcrição aqui neste espaço. Mas a vida me ensinou que deveremos sempre estudar a situação por completo. No dia seguinte, quando acordamos liguei a televisão no jornal matinal do estado de Santa Catarina e descobri que foi sorte não termos ficado em Campos Novos. A cidade tinha ficado embaixo de muita água, sem luz, placas e árvores derrubadas por toda a cidade. Vale a pena conferir a notícia abaixo.

http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default.jsp?uf=2&local=18&section=Geral&newsID=a2684874.htm

Ok! Toda essa aventura me fez ter uma alegria imensa ao chegar em casa, na sede da SKA e inclusive a estar inspirado para escrever um Post não técnico como este.

Uma boa semana a todos e estarei compartilhando muita coisa com os senhores… Acreditem que tem muita coisa bacana acontecendo com o Blog e meu trabalho.

Sds,
Kastner

[...]

Visualização de Montagens – SolidWorks 2010

Postado por Guilherme Kastner Dia 10 de novembro de 2009

Senhores,

O SolidWorks 2010 me surpreendeu em questões inovadoras. Coisas que vão alem do projeto… Coisas de perguntas e respostas que todos os projetistas e desenhistas iriam adorar, venerar ou idolatrar.

O novo comando de visibilidade de montagens ajudará os projetistas as responderem a muitas perguntas de forma gráfica e interativa como:

  • Qual a peça mais pesada da montagem?
  • Quais são os itens comprados ou fabricados?
  • Quais são as peças projetadas pelo Kastner nessa montagem?
  • Quais são as peças que são usinadas?
  • Quais são os itens mais caros do projeto?

Tudo depende de uma implementação correta do Solidworks e a utilização da guia de propriedades personalizadas da forma correta pelos usuários. Com as propriedades corretamente preenchidas que poderemos ter informações para serem gerenciadas.

Confesso que tentei um procedimento que não funcionou durante a gravação do vídeo e futuramente poderemos encontrar no SolidWorks

Criar estados de exibição automaticamente com o comando de gerenciamento de visibilidade da montagem.

É uma coisa tão simples que deverá estar no Solidworks 2011

Quem viver verá.

Mas assim… O que temos mostra que o SolidWorks não é somente um software de projetos mas sim se preocurpa em gerenciar ar informações de uma forma completa e coerente. Desde que consigamos definir as informações basta aproveitarmos os benefícios disso.

Lembro que esse comando parece um aprimoramento do filtro que foi implementado no FeatureManager na ocasião do lançamento do SolidWorks 2008.

image

Senhores,

Tenho que ir.

Boa noite a todos e espero que apreciem as novidades da versão.

Sds,
Kastner

[...]

Enviando montagens sem as peças – Virtual

Postado por Guilherme Kastner Dia 9 de novembro de 2009

Senhores,

Tenho de continuar o post sobre como enviar montagens sem os arquivos de peças. Semana passada estive muito mas muito envolvido com a viagem a Minas Gerais e por isso o Blog acabou ficando atirado… Infelizmente.

Bem, vamos aos fatos… Temos como enviar uma montagem sem as peças e a pessoa que receber o arquivo poderá contar com todas as peças e seus recursos de construção.

Em primeiro lugar, deveremos estar com a montagem aberta, deve-se selecionar todos os componentes da montagem na árvore e com o botão direito selecionar a opção “Tornar Virtual”. Confira a imagem abaixo

image

Com isso, os componentes estarão salvos internamente na montagem e deixarão de possuir um vínculo com os arquivos externos. Observe que os arquivos de peça possuim colchetes [] indicando que os arquivos estão armazenados na montagem.

image

Caso existam submontagens, as peças das mesmas também deverão serem transformadas em componentes virtuais. Ao terminarmos de executarmos este procedimento, todos os componentes estarão desvinculados aos arquivos de modelo. Caso a montagem já esteja com todos os componentes prontos, poderemos criar uma cópia do arquivo com um salvar como.

Este método possui algumas desvantagens:

  • As peças estarão com todos os recursos de reconstrução.
  • Caso possuirmos muitos niveis de submontagens, esse método não será adequado
  • Caso esquecermos de “salvar como” o arquivo, perderemos a montagem original

Mas poderemos ser muito felizes se o objetivo for apenas compartilhar montagens sem enviar os arquivos relacionados. Lembro que essa funcionalidade de componentes virtuais tem várias aplicações que eu posso listar aqui abaixo:

  • Criar componentes que não necessitam de recursos (pintura, software)
  • Auxiliar na criação de peças em contexto de montagens
  • Trabalhar na criação de versões de peças de biblioteca que trabalham integradas em montagens (correias, anel elástico)
  • Criar montagens baseados em blocos

Senhores,

Em breve estaremos com novidades.

Sds,
Kastner

[...]

© Copyright SolidWorks e as Dicas do Kastner | Design por Paulo Estevão