Andando nas nuvens – Serviços de Internet

image Senhores,

Estamos ouvindo sobre novos equipamentos como o ipad da Apple e os Netbooks, siglas e serviços que surgem na Web nos últimos anos como computação na nuvem. Isso é uma coisa que merece um post de relevância é a computação na nuvem onde os serviços e os processamentos de informações ocorrem na internet e não nos computadores dos usuários.

Vou escrever um pouco mais sobre o assunto logo abaixo

Vamos fazer uma reflexão de quem é um pouco mais antigo na utilização de serviços na internet.

Quem já utilizou programas de cliente de e-mail como o Outlook?

E-mails eram pagos e os usuários tinham de aprender a configurar o cliente de e-mail sozinho. Com a popularização de serviços de Webmails as mensagens passaram a serem armazenadas nos servidores dos provedores de serviço e qualquer pessoa poderia ter uma conta de e-mail rapidamente e gratuita.

Com o tempo muita coisa passou a estar disponível na Internet como jogos, programas de edição de textos e armazenamentos de arquivos. O primeiro serviço de armazenamento de arquivos que me recordo era o disco virtual do terra. Qual é a lógica de um disco virtual? Deixamos de armazenar os dados em nosso computador ou discos removíveis e passamos a publicar os mesmos na internet para que possamos acessar eles em qualquer local do mundo. Essa ideia pegou mesmo e até a Microsoft lançou um mega serviço de compartilhamento de arquivos, o SkyDrive.

O SkyDrive é um capítulo a parte, ele está integrado ao portal live.com da Microsoft. Com ele poderemos armazenar até 25 GB de arquivos para cada conta de acesso ao serviço mas os arquivos lá compartilhados poderão ter no máximo 50 MB. Com isso o backup de músicas, videos, documentos poderão serem feitos por lá e não em um pendrive ou disco removível. Lembro que não existe salvação para um pendrive que cai em uma privada ou escorrega de nosso bolso em uma viagem. Com a disponibilidade do Skydrive, todos os arquivos são gerenciados por uma empresa de confiança. Um serviço como este merece alguns comentários especiais como:

  • Acesso aos arquivos em qualquer local do mundo que tenha um ponto de acesso a internet;
  • Compartilhamento rápido das informações com os contatos
  • Armazenamentos de arquivos que poderão serem incorporados facilmente a sites e blogs.

Para fotos, existe a possibilidade de armazená-las no Skydrive também mas o destaque é mesmo a utilização do Picasa do Google. Com ele poderemos selecionar as nossas pastas de imagens que possuímos no computador e fazer upload das mesmas para armazenar os arquivos na nuvem. Lembro que perder dados que existem em nosso HD poderão significar a perca de momentos mágicos de nossa vida como:

  • Uma viagem mágica
  • O primeiro passo de um filho
  • Uma premiação profissional recebida

O importante é observar que o Google investiu em duas frentes para facilitar a vida dos usuários, a interface de armazenamento e visualização de arquivos pela Web e um programa que é executado pelo usuário em seu computador para gerenciar as informações que estarão disponíveis na Web. Com poucos cliques consegue-se especificar uma pasta para ser gerenciada e mais um clique as informações são postadas na internet.

image

Com o album de imagens publicado na internet, pode-se selecionar se compartilharemos as fotos com todas as pessoas na internet, um determinado grupo de amigos ou ninguem.

Com o advento de ferramentas de programação, o Google também desenvolveu a ferramenta denominada Google Docs. Com ele, pessoas desafortunadas como eu poderão contar com a possibilidade de criar arquivos de textos e planilhas eletrônicas diretamente pela web sem contar com a instalação de um produto

image 

Ainda otimizando, muitas coisas que poderemos realizar com acesso de informações diretamente pela internet. Eu sou louco por leitura de Blogs mas não gosto de acessar blogs que não possuem atualização. Para isso eu utilizo esse leitor de feeds que fica armazenado na nuvem. Definindo os blogs a serem lidos, posso acessar a lista de qualquer local do mundo ou no meu desktop com o auxílio do Google desktop.

image

Já escrevi sobre leitura de blogs com feeds aqui, vou disponinilizar o link para que vocês acessem.

http://www.kastner.com.br/2009/07/google-reader-o-que-estou-lendo.html

Caso não utilizarmos um leitor de Feeds baseado na nuvem como o Google não teremos de reconfigurá-lo a cada formatação de máquina.

Com cada vez mais possibilidade de utilizarmos o computador com serviços baseados na nuvem os computadores acabam necessitando uma menor potência de armazenamento ou processador. Todas as informações passaram a serem gerenciadas na rede de forma simples e descomplicada.

Sds,
Kastner

Este post está participando do Concurso Profissão Blogueiro, que vai premiar três blogueiros com netbook e kit completo para quem quer ter um blog de sucesso. Acesse: www.ideiasnoar.com.br/profissaoblogueiro