Customizando o Toolbox – Parte 5 – Planejamento

Senhores,

Eu muito já escrevi sobre o Toolbox nos últimos dias e isso até rendeu uma série de postagens. Concluam que estamos no quinto capítulo. Agora é hora de escrever sobre o planejamento da biblioteca. Eu sempre fui favoráveil a teoria de que o SolidWorks e qualquer outro software de CAD não é algo que a instalação e administração seja tão simples.

Existem alguns pontos que deveremos cuidar… Vou listar aqui abaixo o que deve ser planejado e como deve ser cuidado


Local de armazenamento

O Local de armazenameno nunca deve ser local… Nunca mesmo. Se aceitarmos o local de armazenamento do Toolbox estaremos correndo o risco de formatarmos o computador e deixar a biblioteca para trás;

É complicado de entender isso no princípio mas o Toolbox nada mais é que uma série de componentes padronizados associados a um banco de dados. Isso diminui o tamanho da instalação do programa e simplifica a administração do mesmo. Pensem que existe um tipo de parafuso

  • Parafuso sextavado – Iso

Ele possui vários diâmetros e comprimentos

  • M5 – 10mm
  • M5 – 15mm
  • M5 – 20mm

Quando instalamos o software de CAD apenas um tamanho vem salvo no arquivo do Parafuso sextavado da norma ISO. A medida que formos inserindo os diversos tamanhos deste componente em montagens eles serão incorporados a arquivos de modelos do SolidWorks. Lembro que um arquivo de modelo é muito mais pesado que uma linha de banco de dados que contem alguns valores de tamanhos.

Eu não sei como funciona o Solid Edge e se ele possui uma biblioteca mas sei que o Autodesk inventor certamente possui uma biblioteca que funciona de forma a essa que descrevi aqui e a cena que vou descrevi eu vi em um cliente que utilizava ele.

Um certo dia, um cliente resolveu formatar a sua estação de trabalho e esqueceu de executar o backup da sua biblioteca que estava local, no momento da abertura das suas máquinas e projetos na nova estação de trabalho, os componentes de fixação estavam muito bagunçados ou suprimidos. Para combater este tipo de situação o Solidworks possui uma técnica de criar automaticamente um componente de fixação quando não acha o componente desejado em sua biblioteca. Mas isso não é um cenário ideal.

O ideal é criarmos um local de armazenamento na rede e apontarmos todos os componentes para trabalhar neste diretório. Com isso, nenhuma rotina de atualização de componentes não localizados será necessária.

Compartilhamento da biblioteca

Uma vez que várias pessoas estarão trabalhando nos componentes de Toolbox em uma corporação de forma simultânea poderemos nos defrontar com alguns probleminhas bem típicos.

O primeiro é várias pessoas desejarem abrir o mesmo arquivo de forma simultânea e isso pode gerar erros indesejáveis ao salvarmos os conjuntos. Para contornarmos esse problema, uma determinada pasta da biblioteca deverá ter a sua propriedade de escrita modificada para “Somente para leitura”.

Isso soa meio estranho mas é assim mesmo… O SolidWorks possuirá a capacidade de retirar o atributo somente para leitura, gravar a peça e transformar a mesma em somente para leitura mais uma vez.

image

O mais importante é:

  • Todos os usuários deverão localixar a mesma base de dados do Toolbox com o mesmo mapeamento.
  • A base de dados deverá estar com uma parta específica com o atributo somente para leitura marcado.

Propriedades – Definição

As propriedades do Toolbox não são criadas de maneira aleatória, um usuário deve customizar em primeiro lugar a guia de propriedades personalizadas para que todas as outras rotinas do SolidWorks estejam vinculadas a ela, como:

  • Formatos de páginas
  • Listas de materiais
  • Perfis de Soldagens
  • Listas de corte
  • O recurso de visualização de montagem
  • Um sistema de PDM
  • Integração com o sistema ERP da empresa

É importante deixar claro que o Toolbox não é quem define o que teremos de listar. Alguem já definiu isso previamente e nele as propriedades apenas são replicadas. O auxílio de uma revenda com um conhecimento elevado sobre administração do SolidWorks é fundamental nesta hora e apenas prova que necessitamos planejar todas implantações de CAD.

As listas de materiais somente funcionarão se em todos os locais apropriados da instalação as propriedades forem cadastradas com nomes corretos e, nos projetos, os componentes preenchidos adequadamente.

Algumas perguntas:

  • De que adianta listar o material do parafuso se o mesmo não é listado em listas de materiais?
  • De que adianta o cálculo de peso se eu não considero isso importante em meu projeto?
  • Para que cadastrar um código se eu não possuo um ERP em minha empresa ou qualquer outro sistema de codificação?

Por isso que um técnico especializado em SolidWorks pode ajudar em todas implantações.

Sds,
Kastner