Vamos matar o SolidWorks?–“Let’s Kill SolidWorks”

Senhores,

Uma coisa que chamou a atenção do mundo de CAD foi uma entrevista do Jeff Ray com o Deelip Meneses. Foi muita coisa falada e muitas pessoas comentaram com pontos de vistas bem diferentes.


O Início

Ocorreu a entrevista no site do Deelip Meneses, conforme o link abaixo. O Deelip é diferente, conversa sobre tudo, tenta buscar o diferente, ele não deve nada a ninguém pois é apenas um jornalista independente… O que ele pergunta eu não me sinto confortável para perguntar uma vez que trabalho em uma revenda e não me sentiria livre para publicar aqui no blog.

A entrevista está disponível no link abaixo

http://www.deelip.com/?p=4714

Depois da entrevista, muitos blogueiros mundo a fora começaram a comentar sobre o assunto.

Matt Lombard é um deles

http://www.dezignstuff.com/blog/?p=4210

Josh Mings foi outro

http://www.solidsmack.com/design-news/jeff-ray-on-v6-the-cloud-and-killing-solidworks

Todo mundo tem pontos de vista, a opinião do Josh e do Matt é uma opinião simples, sem maiores impactos diretos para a SolidWorks. Nenhum deles é parte da SolidWorks… São apenas usuários, como você ou qualquer outro no Brasil.

Ok, o Matt Lombard conhece o SolidWorks a muitos anos mesmo e por isso o blog dele se tornou referência mundial mas… Ele é mais um usuário e tem a opção de discordar do que foi escrito ou dito verbalmente.

Eles não possuem o mesmo ponto de vista que eu.

Um agravante

A Concorrência pode interpretar da forma que desejar se alguém que está no mundo SolidWorks não entrar em ação.

Lembro que eu já escrevi sobre o assunto dos mitos de SolidWorks aqui no blog.

http://www.kastner.com.br/2010/05/fabrica-de-boatos-piadas-legais-fofocas.html

Eu vou expor o que eu vejo nesse mundo depois dessa entrevista

SolidWorks em nuvem

Todo o alvo da sede de informações do Deelip Meneses era o SolidWorks que funciona em nuvem conforme eu comento no link abaixo

http://www.kastner.com.br/2010/02/novidades-sobre-o-solidworks.html

Baseado nisso, Jeff Ray soltou a seguinte frase que gerou a polêmica

“Vamos matar o SolidWorks” ou “Let’s Kill SolidWorks”

Ray ainda continuou falando sobre como o SolidWorks entrou no mercado e matou os seus concorrentes na época. Vamos pensar como o mercado era na época para instalar um software de CAD

  • Necessitava de uma estação de trabalho dedicada para o CAD
  • O sistema operacional onde era instalado o CAD não era amigável
  • O software não era de fácil usabilidade
  • Os preços eram exorbitantes

Em 1995, o SolidWorks entra no mercado e muda alguns conceitos

  • O software era instalável em computadores mais simples
  • O sistema operacional padrão para ele é o Windows que deixava de ser um aplicativo para DOS (Windows 3.11) e passava a ser um sistema operacional (Windows 95)
  • O software é simples de se usar
  • Preços baixos que são mantidos os mesmos até hoje

Com a entrada do SolidWorks no mercado, muitos são obrigados a mudar de postura ou iriam fatalmente morrer. Não existia saída para eles. Muitas empresas enfrentaram sérias dificuldades durante a postura, alguns tiveram a sua base modificada de sistema operacional e até hoje não estão totalmente integrados ao Windows.

Com a entrada do SolidWorks V6 no mercado, ele pode mudar o mercado mais uma vez…

  • A ferramenta não mais é instalável e poderá ser utilizada em vários tipos de hardware (smartphones, tablets, computadores, netbooks)
  • Sistema operacional não mais é importante
  • Existirão muitas formas de interagir com o projeto e com tecnologias ainda não existentes no mercado
  • Software não mais será uma propriedade de uma pessoa mas sim um serviço comprado.

Muda muita coisa, né? Não é simples de só falar sobre uma ferramenta de trabalho mas sim todos os impactos que ela causará.

Exemplo Microsoft

Muitos me falam que não se imaginam sair de uma plataforma instalada para partir a uma plataforma Web. Entendam que várias empresas já possuem plataforma Web e plataforma instalável e a Microsoft é uma.

Eu, para o meu site, utilizo os serviços do Admin Live Center e o Live Mail para criar e administrar as contas de e-mail do meu domínio. Isso é um serviço gratuito da Microsoft e que me isentou de instalar um servidor Exchange ou locar um serviço de hospedagem de e-mails.

Muitas empresas, para administrar os e-mails, utilizam a ferramenta Microsoft Exchange Server. Até acho legal pois as informações ficam de total responsabilidade da empresa mas existem algumas coisas que para a administração do servidor fica mais complexo como:

  • Instalação do Hardware
  • Instalação dos softwares
  • Manutenção do Hardware
  • Rotina de backup de arquivos

Uma vez que a SolidWorks me fornece o serviço de e-mail, ela se responsabiliza pela estrutura da ferramenta… Eu apenas uso.

voltando a falar de SolidWorks

Acho que para o SolidWorks a situação será similar mas estaremos com uma possibilidade de trabalharmos com um recurso totalmente diferente e quebrando paradigmas de instalação de softwares que antes não seriam possíveis.

Para quem não optar pelo SolidWorks v6, acredito que a versão instalável da ferramenta possuirá compatibilidade a manipulação com hardwares diferenciados mas a manutenção da estrutura é por conta dos usuários… Isso já é assim para todos os programas mas o que queremos saber é se  a entrada de um novo tipo de ferramenta poderá acabar com a existente no mercado.

A SolidWorks, aparentemente, possui planos A, B ou até C e D

O mercado vai reagir e demonstrar se iremos matar o SolidWorks como o conhecemos.

Conclusão

Escrevi esse post para todo mundo que desejar entender o que existe no mercado, até o Jeferson Stutz da Autodesk que me enviou o link do Nei por Twitter. Assim, pode-se falar de Solidworks mas pensem a ver como outras empresas no mercado se comportam.

Para o Nei, que trabalha na Virtual Automação, revenda de ferramentas Autodesk, posso dizer educadamente que eu tentei ajudá-lo a entender o que a SolidWorks se preocupa. A empresa que a SKA representa (Dassault SolidWorks) acredita que o mundo pode evoluir de uma outra forma com mais possibilidades.

Lembro ao Nei que o Autodesk Inventor foi a reposta que a Autodesk forneceu para o SolidWorks.

Leia a data de lançamento dele

http://en.wikipedia.org/wiki/Autodesk_Inventor

Sei que a Autodesk apresentou  as ferramentas de vocês no AU deste ano mas a Dassault apenas possui um pensamento diferente e que bom que assim seja, são empresas diferentes.

Sds,
Kastner