Vigésima versão do SolidWorks – Parte 1

Senhores,

A versão 2012 é a vigésima release do SolidWorks. No evento destinado a imprensa mundial que se reuniu na base da Solidworks nos Estados Unidos. Fielder Hiss narrou a todos a história do produto SolidWorks comentando o que estavam trazendo de novidades a cada versão, crescimento da corporação SolidWorks e a comunidade de usuários

A história é um pouco longa mas vale a pena termos como ideia para compreendermos as novidades do SolidWorks 2012. Vou dividir isso em 2 ou 3 posts

1993 – Jon Hirstick funda uma nova empresa de CAD

imageA meta: Inserir o poder de desenvolvimento de projetos tridimensionais em cada estação de trabalho de engenheiros e projetistas

Lembro que projeto tridimensional já era uma realidade na época pois já existiam alguns dos nossos concorrentes como Catia, Pro E, NX e AutoCAD. Alguns não eram fáceis de se utilizar em 3D e outros não eram baratos e fáceis de se instalar.

O núcleo da corporação tem como missão “Tratar nossos clientes, revendas, parceiros e empregados com dignidade e respeito”.

O objetivo era de se fundar uma empresa com a qual todos desejassem trabalhar ou se relacionar. Que em um mundo ideal as revendas não reclamassem da política de venda, das preferências de atendimento. Onde os funcionários se sentissem bem trabalhando na empresa e que muitos desejassem desenvolver para eles como a DriveWorks, Logopress e luxology.

Refletindo sobre as metas da empresa

Atualmente a SolidWorks continua colocando o seu cliente em primeiro lugar, afinal

  • Aproximadamente 90% das melhorias inseridas a cada versão do SolidWorks são melhorias solicitadas por clientes
  • Todas as funcionalidades da SolidWorks possuem funcionamento similar (incluindo o que é desenvolvido por parceiros)
  • Investimento contínuo na comunidade de usuários
  • Desenvolver algo que aparentemente era impossível e torná-lo simples e fácil para os usuários

SolidWorks 95 – as diretrizes

  • Troca de plataforma: Unix para o PC

Os usuários da época tinham que investir em máquinas caríssimas para utilizar o SolidWorks com um sistema operacional complexo. Os requerimentos de Hardware para o SolidWorks eram muito mais simples que os de seus principais concorrentes

  • Custo: De U$$ 18.000 para U$$ 4.000

Para ser um software massificado no mercado, o produto foi lançado com um preço muito atrativo perante os seus concorrentes

  • Fácil de se usar: Redução no tempo de treinamento de 3 meses para 3 dias

Até hoje pode se ver que muitos dos concorrentes do SolidWorks possuem uma necessidade de treinamento muito maior que o SolidWorks. Na época os treinamentos de softwares eram todos muito caros e demorados

  • Construído com base em Windows: Fácil de se usar, difundido e com uma interface moderna

Essa foi uma grande sacada pois o Windows começava a ser difundido em todos os computadores pessoais. Muitos dos softwares da época penaram para fazer a mudança de plataforma.

  • Visualização: Desenvolvimento em modelos sombreados coloridos e não mais em modelos com visualização em “arame”, por linhas e com fundo preto.

Muitos diziam que software sério e de qualidade tinha fundo preto.

  • Feature Manager

Uma árvore de recursos que caracterizava um software tridimensional baseado em features.

  • Arrastar e soltar features (Drag and Drop)

A possibilidade de manipular a árvore de recursos arrastando e soltando os itens para ordenar o modelo para facilitar a construção. Quem trabalha com softwares com árvores de recurso sabe o quanto isso é importante e isso está desde a primeira versão do SolidWorks

Solidworks 96 – Features

image

  • Modelagem em contexto

Criação de peças com modelagem em contexto de montagens. No SolidWorks 95 as peças e montagens eram criadas em arquivos individuais e na versão 96 tudo poderia ser criado no ambiente de montagem

  • Movimentação dinâmica de montagem

Se torna possível movimentar dinamicamente os componentes da montagem para simular o funcionamento dos conjuntos.

  • Arrastar e soltar os componentes entre arquivos de montagens

Os arquivos de montagens poderiam ser editados e componentes inseridos em submontagens podem ser alocados facilmente em outros arquivos de conjuntos.

  • Configurações

Aí que surge um dos meus recursos preferidos no SolidWorks.

  • Detecção de interferências

Um dos recursos principais dos usuários de Softwares tridimensionais

  • Listas de materiais

Bem, aí que foi inserida esta funcionalidade

SolidWorks 97 – Features

image

  • Chapas metálicas

Foi a primeira versão com recursos de chapas metálicas para SolidWorks. Hoje contamos com uma realidade de recursos totalmente diferente do que existia na época mas ali é que os recursos começavam a surgir.

  • Bibliotecas de recursos
  • Loft com curvas guias
  • SolidWorks foi comprada pela Dassault Systemes em 1997

Lembro que não foi uma compra realizada ano passada. A SolidWorks foi comprada há quase 15 anos pela Dassault Systemes e o software simplesmente deslanchou. Se a Dassault desejasse matar o SolidWorks, o teria feito naquela época.

SolidWorks 97 Plus – Features

image

  • Configurações de montagens e submontagens

As funcionalidades de criação de famílias de peças foram inseridas na segunda versão que foi lançada em 1997. Isso mudaria a forma das empresas conseguirem planejar os seus arquivos de modelos para suportar simplificações de componentes ou criação de uma família de produtos. Alguns concorrentes demorariam quase 8 anos para ter funcionalidade similar.

  • Criação de vistas explodidas customizadas
  • SolidWorks Viewer gratuito

Hoje é muito simples falar de visualizador de CAD gratuíto. Lembro que até 2004 tínhamos dificuldades de localizar criadores de PDF, visualizadores de DWG ou ferramentas similares.

  • Inserção de cordões de Solda

A funcionalidade inserida no SolidWorks 97 ficou válida até o SolidWorks 2011 quando o recurso foi recriado com tecnologias atuais. Com esse tipo de recurso, o SolidWorks passa a criar um detalhamento muito preciso dos componentes já no modelo tridimensional. Isso passa a atender os clientes para simplificar a manufatura dos componentes.

  • Filetes por faces

A inserção de comandos que possibilitariam a criação de fomas mais complexas desde as origens do SolidWorks, tornaram ele conhecido até hoje como ferramenta de desenvolvimento de peças plásticas

SolidWorks 98 – Features

image

  • Feature Palette

Local onde até hoje fica alocado o Feature Manager com a árvore de recursos do SolidWorks. Há 11 anos foi definido um dos principais pontos da interface da ferramenta CAD. Observem um dos itens da imagem ao lado

  • Diagnóstico de esboço

Essa foi a primeira grande ferramenta de análise interativa dos projetos para o SolidWorks. Ela serve para analisar o esboço e definir os motivos pelos quais um recurso do SolidWorks não se aplica a ele. Ele foi muito útil para clientes que importavam arquivos DWG’s e não sabiam os motivos pelos quais ele não era utilizável para recursos como extrusões e revoluções.

  • Controle de tangências para Lofts e varreduras

Mais um recurso para criação de peças com formas orgânicas

  • Envelopes de Montagens

Um recurso útil para análises de montagens quanto a dados, supressão de componentes, reservas de espaços em montagens para posicionamentos de equipamentos, etc..

SolidWorks 98 Plus – Features

image

  • Posicionamentos Inteligentes

Com esta versão o encaixe de montagens fica extremamente simplificado, basta arrastar e soltar componentes para que os encaixes passem a ser executados.

  • Componentes em peso leve

É a primeira versão das quatro para a funcionalidade de peso leve. Ela tinha como objetivo eliminar a abertura de itens desnecessários nos componentes para a abertura de conjuntos extremamente grandes. Esse foi o primeiro passo para a criação dos muitos recursos que a SolidWorks entrega a cada ano para grandes montagens. Abrir um montagem em peso leve basicamente gera para o usuário um tempo menor de abertura do arquivo e uma utilização menor da memória RAM.

  • Superfícies

Os primeiros recursos surguem nesta versão. Essa será a base para muita coisa como projeto de moldes como executamos nos dias de hoje, algumas chapas metálicas especiais e peças com forma mais complexas construídas face a face. Essa foi apenas a primeira geração de comandos para esta família de recursos.

  • FeatureWorks

A SolidWorks começava ali a pensar que os clientes se comunicavam com usuários CAD de outras soluções e necessitavam realizar pequenas edições nos arquivos. O featureworks começa a possuir comandos para interpretar os arquivos importados e reconhecer os recursos da peça.

Comunidade SolidWorks em 1998

  • Foi criado o exame CSWP (Certified SolidWorks Professional)

A prova era totalmente diferente do que é hoje mas era difícil, exigia estudo e compreenção com de como criar os modelos sólidos tridimensionais. Ali era um meio da SolidWorks testar e avaliar os conhecimentos de seus usuários.

  • Primeiro SolidWorks World foi planejado e feito em Palms Prings no começo de 1999

Ali a SolidWorks colocou revendas, clientes e parceiros juntos em uma convenção mundial pela primeira vez. Era um meio de todos se relacionarem, trocarem ideias e a corporação expor a todos os seus planos e tendências.

Conclusão

Senhores, essa é a primeira parte, tem muito mais por vir para vermos como a ferramenta CAD evolui a cada ano.

SDs,
Kastner