História da Dassault Systèmes

Senhores,

Sempre contamos com algumas dúvidas cruciais para a espécie humana:

  • Qual foi a primeira palavra falada pelo homem?
  • De onde viemos?
  • Quem veio primeiro? O ovo ou a galinha?

O que estará escrito abaixo é um pouco da história da Dassault Systémes, misturado com humor e um pouco do meu ponto de vista.

Origem do CATIA e Dassault Systèmes na história

No começo do século passado, o avião foi apresentado por Santos Dumont através do 14 BIS voando em Paris. Com isso, mudou-se muitas coisas:

  1. O avião passou a ser utilizado como arma de guerra já na primeira guerra mundial
  2. Transportes intercontinentais passaram a demandar horas e não mais dias e meses.
  3. Uma nova indústria passa a surgir

Uma vez que novos processos foram desenvolvidos, com novos modelos de carcaças, novos tipos e tecnologias de propulsores, cabines pressurizadas, pistas e aeródromos próprios para grandes aeronaves, a indústria necessitou otimizar o seu processo de desenvolvimento. Com isso, surgem as primeiras ferramentas CAD.

CATIA

Como uma boa empresa com múltiplos setores e unidades, a Dassault Aviation desenvolve o seu próprio sistema CAD no final da década de 70, o CATIA (computer aided three-dimensional interactive application). Inicialmente ele tinha outro nome, mas o importante é lembrarmos que ele nasce dentro de uma empresa aeroespacial que viu um potencial de negócios da ferramenta.

Dassault Systèmes

Nascimento da Dassault Systèmes

Segundo gênesis 1-3 e 4, na bíblia sagrada, contamos com os seguintes versículos:

E disse Deus: Haja luz; e houve luz.
E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas.
Gênesis 1:3,4

Quando Deus viu que era bom separou a Luz e as trevas. Da mesma forma, a medida que movimentos favoráveis a horizontalização de produção surgiam do meio para o final do século XX e se visualizava um potencial de criação de uma unidade de negócios para a venda do CAD criado, nasce em 1981 a Dassault Systèmes.

Com isso, logo em 1981, já nascem os primeiros parceiros que passam a utilizar as ferramentas CAD fora da Dassault Aviation, entre eles:

  • Honda;
  • BMW;
  • Boeing Aviation.

Crescimento da empresa

Uma vez que a ferramenta foi se consolidando como referência no mercado, muitas coisas passaram a acontecer. O primeiro fenômeno foi a expansão da marca a outras grandes corporações como a Airbus e Volvo. Como se pode analisar, inicialmente eram duas as empresas que utilizavam majoritariamente as soluções Dassault Systèmes, aeroespacial e automobilística. Acredito eu que isso se deu com base em alguns aspectos:

  • Necessidade de se projetar peças com conexões precisas;
  • Produtos com alto valor agregado;
  • Processos muito horizontalizados, com produção de componentes com uma grande cadeia produtiva.

Com isso, a necessidade de ferramentas de DMU (Digital Mockup) foi acentuada para que os componentes fossem simulados e os funcionamentos analisados antes de qualquer protótipo físico. Parece bobo analisarmos isso hoje, mas antes da década de 90 computadores não eram populares, assim como o conceito de digitalização.

Depois que os primeiros casos surgiram com sucesso, mais indústrias passaram a adotar as soluções Dassault Systèmes, entre elas:

  • Energia
  • Indústria Naval
  • AEC
  • Equipamentos industriais

O grande mercado

Uma vez que a Dassault Systèmes desejava crescer ainda mais e se popularizar, em 1997 fez a aquisição da recém criada SolidWorks Corp. Com isso, passa a ter um software que no século passado tinha muitos diferenciais:

  • Extremamente simples de se usar;
  • Baseado em Windows, o sistema operacional que mais crescia
  • Instalável em hardware simples para a época

E o que vivemos hoje é uma consequência da mistura de toda essa história aqui relatada.

Sds,
Kastner