O que é a plataforma 3DEXPERIENCE – Definições e histórias

Senhores,

Quando a SKA passa a incorporar em 2016 as Soluções de Value Solutions da Dassault Systèmes, muitos perguntaram uma série de coisas:

Primeiro

O que é a Plataforma 3DEXPERIENCE?

Depois

Ela é um PLM?

Eu sempre remei contra para escrever sobre o assunto, entretanto achei no meu feed do LinkedIn um pulse de um ex-funcionário da Dassault Systèmes, sobre o qual este post estará baseado. Ao final dele mencionarei a referência do texto original.

Um aspecto de aquisição

Em 2014, Dassault Systèmes anuncia o lançamento da plataforma 3DEXPERIENCE que viria a substituir a sua linha de produtos V6. Desde então muitas pessoas permaneceram confusas sobre o assunto e as diferenças entre a arquitetura nova e a antiga. Para aliviar a situação, serão listados alguns tópicos a seguir e as razões pelas quais são importantes.

No princípio estava lá o V6

Baseado nos sucessos do CATIA V5,  SolidWorks e a aquisição da MatrixOne em 2005, a Dassault Systèmes cria a solução V6. Como sabido, V6 era uma fusão de VPM V6 com base nas soluções da MatrixOne e foi originalmente lançado em 2008. Uma das mudanças chaves no V6 foi o conceito de “zero files” no qual significaria que o CATIA V6 não mais abriria arquivos, mas sim estaria conectado a plataforma denominada ENOVIA V6 para acesso e salvar as geometrias modificadas na seção de trabalho. Portanto, não existiriam arquivos mas dados salvos em bases de dados alocadas em servidores.

O ENOVIA V6 foi tanto a plataforma de colaboração para o CATIA V6 como o centro da solução dos portfólios do MatrixOne para gerenciamento Enterprise de PLM para BOM’s, modificações, relacionamento mais colaboração com fornecedores, etc..

Componentes da Plataforma 3DEXPERIENCE

A mudança do V6 para a plataforma 3DEXPERIENCE é marcada por uma série de aspectos:

  • Mudança de filosofia de integração de produtos
  • Transformação da identidade de produtos consolidados
  • Novos componentes que viriam a mudar o comportamento da ferramenta de gestão de ciclo de vida dos projetos.

Abaixo serão descritos os principais itens da arquitetura da solução da Plataforma 3DEXPERIENCE e suas finalidades na solução.

3DSPACE

Simplesmente este é o equivalente ao que estava na arquitetura do ENOVIA V6, com sua arquitetura independente e contando com as aplicações das principais brands (CATIA, DELMIA, ENOVIA e SIMULIA). Essa acaba sendo o gatilho para a colaboração digital através da continuidade dos processos de projeto, manufatura, engenharia e simulação. Faz parte das ferramentas a inclusão de um sistema de gerenciamento de arquivos centralizado e/ou remoto, controle de acesso a informação e centralização de metadados.

Já neste ambiente estão as principais ferramentas do clássico PLM, o diferencial da Plataforma 3DEXPERIENCE será a incorporação dos próximos tópicos.

3DSwym

A Dassault Systèmes investiu na startup BlueKiwi que possuía alguns projetos para gerenciamento de comunidades, estes conhecidos como SwYm (“See what You Mean”, em português veja o que você quer dizer), que foi incorporado a Plataforma 3DEXPERIENCE como 3DSwym. Este ambiente consiste de um fornecimento de blogs, gerenciamento de wikis e ferramentas de criação de ideias.

Os usuários são organizados em comunidades, de forma semelhantes a redes sociais, e criam posts, interagem e reagem entre seus parceiros. Nesse item, a principal característica é a inserção de métodos de colaboração em tempo real entre parceiros nas empresas para a colaboração contínua para o desenvolvimento de produtos.

3DDashboard

Em 2012, a Dassault Systèmes compra a NetVibes, com isso uma ferramenta de criação de dashboards que utiliza Widgets amigáveis passa a fazer parte do portfólio de produtos. Enquanto o serviço NetVibes.com continua a existir de forma paralela, a plataforma 3DEXPERIENCE incorporou uma versão adaptada destes recursos e denominada como 3DDashboard. Isso permitiu a visualização de dados pertinentes nos Widgets, sejam eles desenvolvidos pela Dassault Systèmes ou customizados pelo usuário, criando acesso simplificado a diversas informações.

3DPassport

Com a variedade de aplicações contidas na plataforma já descritas, muitas com interface baseadas em Web (3DDashboard, 3DSwym e 3DSpace) e outras baseadas em clientes locais (CATIA, DELMIA, SIMULIA), se deu por necessário criar um método de autenticação unificado, o 3DPassport. Ele acaba por ser um método seguro de conexão a qualquer APP enquanto mantido um contexto de conexão de entrada unificada a qualquer elemento da plataforma.

3DSearch

Em 2010 a Dassault Systèmes faz a aquisição da Exalead, uma empresa especializada em ferramentas de indexação de dados e pesquisas. Com isso, estes recursos passam a serem incorporados nas soluções da plataforma 3DEXPERIENCE como 3DSpace e 3DSwym. Através destes recursos, por exemplo, o usuário poderá utilizar os recursos de pesquisas no 3DDashboard e inserir os dados provenientes dos outros ambientes de forma contínua e integrada.

3DMessaging

O Swym já possuía em sua base uma ferramenta de mensagens incorporada. Com o tempo, ela foi adaptada, incorporada a plataforma 3DEXPERIENCE na Web e também incorporada aos Native Apps, agora denominada como 3DMessaging.

6WTags

Com o tempo as ferramentas de pesquisas e classificações ganharam uma evolução com as ferramentas de Tags da plataforma, o 6WTags. Basicamente, o nome dessa tecnologia tem como base 6 atributos derivados de palavras inglesas:

  • What – O que
  • When – Quando
  • Where – Onde
  • Who – Quem
  • Why – Porque
  • hoW – Como

Todo esse sistema de classificação acaba por ficar disponível em todos os ambientes de trabalho, sendo que as informações são atribuídas aos itens da plataforma de forma automatizada com base nas informações dos banco de dados.

Para concluir a aplicação deste recurso, ao se realizar uma pesquisa de qualquer item com a plataforma, utilizando a tecnologia de pesquisa já mencionada em tópicos anteriores, qualquer resultado poderá ser refinado com os 6WTags.

3DPlay

Nos dias atuais, o compartilhamento dos dados de CAD necessitam serem visualizados, sejam eles 2D ou 3D e de uma forma simplificada. O 3DPlay se trata de uma tecnologia de visualização de projetos onde, desde a versão 2017x da plataforma, não se torna necessária qualquer instalação de suplementos para se visualizar qualquer item.

Abaixo alguns locais onde os projetos serão visualizados junto a interface Web:

  • Exploração de produtos;
  • Item associado a um entregável de projeto;
  • Widget do 3DDashboard

Estão disponíveis ao 3DPlay diversos recursos como:

  • Seccionamento de modelos;
  • Obtenção de medidas; e
  • Anotações 3D

3DCompass

Essa ícone merece um destaque especial, pois além de renomear os produtos e expandir a capacidade deles, uma das principais mudanças da plataforma 3DEXPERIENCE foi uma mudança total na interface dos usuários.

Antes, no mundo V6, cada aplicação possuía o seu login, mas como mencionado, o 3DPassport veio para resolver essa situação. Além disso, todos os programas e APPs como CATIA, DELMIA, ENOVIA e SIMULIA foram redesenhados em suas interfaces e esquema de cores, quem viu o SolidWorks 2016 sabe do que estou falando, né?

Outro ponto quanto a interface, é que todos os produtos foram adaptados no 3DCompass e os usuários poderão utilizá-los tanto na interface Web quanto nos clientes locais. A ideia principal vem do fato que existirá a seguinte divisão de acesso de aplicações conforme os quadrantes do compasso:

  • Norte – Ferramentas de colaboração e socialização (3DSwym, 3DExcite, ENOVIA)
  • Sul – Ferramentas de simulação (DELMIA e SIMULIA)
  • Leste – Ferramentas de obtenção de inteligência da informação como os Dashboards, NetVibes e Apps do Enovia
  • Oeste – Ferramentas de modelamento 3D (CATIA e SolidWorks)

Acho que farei um post explicando essa navegação para melhorar a visualização do compasso a todos, né? Quando eu escutava falar como vocês não fazia tanto sentido quanto na prática, garanto. Entretanto, esse acaba por ser o coração da plataforma 3DEXPERIENCE e um dos símbolos da empresa Dassault Systèmes.

Conclusão

O texto foi adaptado com base na estrutura do Pulse que encontrei abaixo

Link para o texto

Existirão mais posts detalhados sobre cada assunto, porém se torna necessário começar a falar sobre as soluções Dassault Systèmes. Creio que este texto pode começar a fazer sentido para muitos que nunca leram muito sobre uma solução PLM.

Se gostarem do conteúdo, compartilhem em suas redes sociais para democratizarmos mais essas informações.

Sds,
Guilherme Kastner